Com um ano de antecedência, produtores vendem 12% da safra de milho

quarta-feira, Junho 13, 2018

Enquanto os produtores estão com as máquinas no campo, começando a colher a safra de milho, a comercialização da safra que só vai ser plantada no ano que vem está a pleno vapor. A valorização do cereal no mercado externo e a alta dólar impulsionaram as vendas, que já chegam a 12% do que será produzido em 2019.

O fato é inédito em Mato Grosso, que mesmo acostumado a “ver” os agricultores venderem com antecedência boa parte da produção, jamais havia registrado comercialização tão expressiva antecipadamente. Nesta mesma época do ano passado, por exemplo, as negociações sequer tinham começado.

Quanto à safra que está em plena colheita, o avanço nas vendas também foi expressivo. O salto foi de 10,2 pontos percentuais, o que significa que 67,4% da produção já está negociados.

A grande preocupação gira em torno do frete. Antes da greve dos motoristas, o preço do frete equivalia a 81% do valor do milho, segundo o Imea. Com o tabelamento dos preços mínimos para o transporte, a expectativa é de que o impacto seja ainda maior, o que, sem dúvidas, prejudicará a rentabilidade do produtor.



Share