6° Vitrine do Milho de Machado

segunda-feira, Abril 14, 2014

Vitrine do Milho reúne mais de 500 visitantes no Centro de Excelência do Café

Mais de 500 pessoas participaram da 6ª edição da Vitrine do Milho, realizada pelo IFSULDEMINAS - câmpus Machado durante a manhã e tarde do dia 24 de abril. O evento, que contou com a parceria da FADEMA, Emater, Coetagri e Coopama foi organizado no Centro de Excelência do Café. Ele reuniu produtores e alunos dos campus Machado e Muzambinho, bem como professores, técnicos-administrativos e comunidade em geral. Os presentes foram recepcionados pelo reitor do Instituto Federal, professor Sérgio Pedinie pelo Diretor de Desenvolvimento Educacional do Câmpus Machado, Carlos Henrique Rodrigues Reinato, que representou o atual diretor-geral, Walner José Mendes. Segundo Carlos Reinato, “trata-se de um evento que busca o desenvolvimento local e regional e que contribui para o conhecimento de novas tecnologias, principalmente na área de pesquisa”.

A atividade discutiu a importância da segunda safra de milho no sul de MG, por meio de uma palestra ministrada pelo produtor e técnico em agropecuária, Cláudio Issamu Okada, juntamente com o engenheiro agrônomo, Victor Lucas de Almeida. Após a palestra os presentes foram divididos em sete grupos que, em sistema de rodízio, visitaram os estandes das empresas, conhecendo seus produtos, maquinários, etc. Os visitantes participaram de um café da manhã e de um almoço oferecido pelo câmpus.

A Vitrine contou com a presença do pró-reitor de extensão do IFSULDEMINAS, Cléber Ávila Barbosa; do coordenador de extensão do câmpus Machado, André Delly Veiga; do coordenador regional da Emater em Alfenas, Raul Maria Cássia; além do prefeito de Poço Fundo, Renato Ferreira de Oliveira e do vice, Nilson José da Silva. O presidente da FADEMA, senhor Luciano Olinto Alves, também prestigiou a atividade.

Para André Delly, “a principal importância da Vitrine é trazer alternativas para o produtor rural e meios de enfrentar o clima desfavorável. Além disso, o estudante vivencia problemas e soluções que enfrentará no mercado de trabalho”.

Sobre a palestra

Cláudio Issamu e Victor Lucas falaram sobre a importância da cultura do milho e de formas de manejo que podem levar a melhor produtividade. O chamado Manejo Integrado 300 prevê a colheita de 300 sacas por hectare, contra a convencional, que dá, em média, duzentas. Abordaram os fatores negativos climáticos que prejudicam a lavoura, como a falta de água, os extremos de temperaturas altas e baixas durante o plantio, bem como a nebulosidade, que pode interferir na absorção da luz.

Citaram o exemplo do maior produtor de milho do mundo, o norte-americano David Hulla, de Virginia, cuja produção rende 449 sacas por hectare. Destacaram que para se chegar a números impressionantes como esse, são necessários diversos conhecimentos. Entre eles, entender sobre grupos genéticos da planta, do manejo nutricional e equilíbrio biológico de pragas e doenças, além de plantas invasoras, entre outros.

Victor Lucas disse “que é importante trazer técnicas diferenciadas e que já estão sendo implantadas em outras áreas para a nossa região. O evento de hoje contribui para esta troca de conhecimentos entre os acadêmicos, produtores e docentes”.

Vonilson de Almeida, estudante de agronomia, considera fundamental participar de um evento deste porte. “Ele nos trás novas informações, que são divididas com os agricultores, além de dados sobre implementos, sementes e técnicas adotadas”, disse.

 

 

 

 

 

 



Share