Gemma Ufla

quarta-feira, Outubro 19, 2016
Tendo em vista o fortalecimento da mecanização agrícola em todas as regiões do país inclusive na região sul de Minas Gerais, e o papel de que a Universidade Federal de Lavras – UFLA tem em desenvolver e disseminar tecnologias e conhecimento principalmente em tal região, o Grupo de Estudos em Máquinas e Mecanização Agrícola dentre as suas atribuições busca promover a extensão universitária entre produtores, acadêmicos e sociedade, através de diversas atividades relacionadas à mecanização agrícola.
 
História
Fundado em agosto de 2008 o Grupo de Estudos em Máquinas e Mecanização Agrícola – GEMMA vem desde então visando à realização de trabalhos de extensão que beneficiam agricultores de Lavras e região, a comunidade acadêmica e a sociedade em geral, com enfoque no uso racional e sustentável de máquinas e equipamentos agrícolas. Dentre as atividades que o grupo se propõe a realizar destacamos: dias de campo, visitas técnicas, palestras, e outras atividades de extensão relacionadas à mecanização na agricultura.
 
O uso da mecanização no campo deve ser feito de maneira racional e sustentável no âmbito ambiental, econômico e social, tendo com base nisso o conceito de sustentabilidade agrícola, sendo esta definida por três dimensões conceituais e somente pode ser considerada efetiva se elas estiverem sendo cumpridas de maneira satisfatória: 
 
A primeira é a viabilidade ou sustentabilidade econômica do agronegócio. Ela está vinculada a uma série de fatores: climáticos, mercadológicos, política de comercialização etc., e deve promover lucro líquido para o produtor; 
 
A segunda dimensão é a da sustentabilidade social, ou seja, o sistema de produção deve assegurar os direitos trabalhistas e as condições de trabalho adequadas aos empregados; 
 
A terceira é a sustentabilidade ambiental do sistema produtivo. A rentabilidade da produção não deve gerar passivo ambiental, ou qualquer dano aos sistemas ecológicos. A sustentabilidade econômica tem que ser obtida sem estorno do impacto negativo gerado sobre o meio ambiente.
 
O GEMMA atualmente é composto por 20 (vinte) membros, dentre os quais estão professores, mestrandos e alunos de graduação da UFLA. São realizadas reuniões semanais, as terças feiras ás 18 horas no Centro de Tecnologia de Mecanização Agrícola – CETEMAG, onde são discutidas as atividades, temas relacionados à agricultura e mecanização agrícola. Sempre baseando nossas discussões e atitudes no intuito de gerar conhecimento através do ensino e pesquisa e fazer com que este chegue ate sociedade, cumprindo assim o papel ao qual se propõe a universidade e também o grupo, que é de promover o ensino, a pesquisa e a extensão. Para o desenvolvimento das atividades é de fundamental importância as parcerias que foram e estão sendo estabelecidas, principalmente com A UFLA, o Departamento de Engenharia – DEG, o CETEMAG, empresas privadas, outros grupos ou núcleos de estudo, e outros órgãos ou instituições dentro ou fora da universidade. Através dos quais temos toda estrutura necessária, como espaço para realizações de reuniões, disponibilidade de máquinas e equipamentos para realização de diversas atividades, e apoio na realização de eventos. Dentro da visão de sustentabilidade o GEMMA realizou, no dia 22 de novembro de 2008, em parceria com a empresa Minas Verde – John Deere um dia de campo sobre “Plantio Direto e Convencional de Milho” no CETEMAG, o evento reuniu estudantes da UFLA, representantes da secretaria de agricultura de lavras, representantes de lojas de produtos agrícolas e produtores rurais. Durante o dia de campo foram apresentadas aos presentes as técnicas de cultivo com plantio convencional e com plantio direto, destacando-se as vantagens do segundo sobre o primeiro, pelo fato do Sistema de Plantio Direto (SPD) ser um sistema diferenciado de manejo do solo que visa diminuir o impacto da agricultura e das máquinas agrícolas sobre o mesmo. Nele a palha e os demais restos de vegetais de outras culturas são mantidos na superfície do solo, garantindo a cobertura e a proteção do mesmo contra processos danosos, tais como a erosão. O uso do Sistema de Plantio Direto traz diversos benefícios como diminuição no custo da produção e nos impactos ambientais, maior retenção de água no solo, menor compactação do solo, menos erosão, menor perda de nutrientes, menor número de operações (aração e gradagem). Devido ao grande interesse dos participantes, principalmente dos representantes da prefeitura de Lavras, a partir de deste dia de campo, nasceu um projeto de extensão numa parceria entre a UFLA, o GEMMA e a prefeitura de Lavras com o intuito de levar aos produtores da região a técnica do SPD.
 
O Grupo está em plena atividade buscando a realização de várias ações, das quais algumas já colhemos frutos, na certeza de que estamos promovendo a extensão universitária e a melhoria da agricultura em nossa região. Alguns resultados já são visíveis outros, porém fazem parte de uma mudança que estamos criando a cada atitude nossa que promove a integração da universidade com a sociedade, que dificilmente poderão ser mensurados sozinhos, tornando-se perceptíveis junto a outras atitudes que venham a surgir da sociedade e das instituições educacionais.
 
Mais informações acesse: MinasVerdeJohnDeere.blogspot.com
 
MINAS VERDE JOHN DEERE SEMPRE AO SEU LADO!
 


Share